Páginas

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Cartão de embarque para as barrigudas

Eis que você está grávida e precisa viajar de avião. Pinta aquela dúvida se, grávida estando, uma viagem de avião representaria algum tipo de risco. Fique tranquila, se tudo estiver nos conformes com mãe e bebê, não há motivo para grandes preocupações! Mas, antes de mais nada, não custa lembrar que marcar uma consulta com o obstetra e avisá-lo sobre os planos de viagem, por precaução, são boas ideias. Afinal de contas, cada caso é um caso e o seu pode inspirar cuidados específicos.

O médico deu o sinal verde? Então anote as dicas para tornar o voo o mais agradável possível!

- Se você vai viajar durante o primeiro trimestre, é bom levar alguns saquinhos plásticos na mala de mão caso esteja sofrendo com os famosos enjoos. Pode ser que o banheiro não esteja disponível o tempo todo.

- Algumas companhias aéreas têm restrições quando a mulher está no terceiro trimestre de gravidez, por causa do risco de um parto prematuro.  É possível que a empresa peça um atestado do obstetra e o preenchimento de uma declaração de responsabilidade. Cheque antes de comprar o bilhete.

- Procure reservar um lugar com mais espaço para as pernas. Normalmente os assentos da primeira fileira da classe econômica ou da saída de emergência são mais indicados. Além disso, prefira o corredor ao invés da janela, para facilitar as idas ao banheiro ou as caminhadas.

- Beba muita água para amenizar os efeitos do ar seco do avião.

- Use meias compressoras e não se esqueça de levantar de vez em quando. Esses pequenos cuidados ajudam a ativar a circulação, a evitar inchaços, varizes e tromboses, que têm mais chances de aparecer em viagens de avião.

- Alongamentos também ajudam a aumentar o bem-estar durante o voo. Procure fazê-los com regularidade.

- Vista roupas confortáveis e fáceis de tirar, como vestidos, leggings e camisetas.

Foto: (Maya Picture)