Páginas

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Farmacinha de viagem

Chegaram as tão sonhadas férias! A família toda se preparou para passar alguns dias fora, no Brasil ou no exterior. Tudo vai muito bem até que... Pimba! Uma das crianças se machuca ou fica doente durante o percurso. Se isso acontecer e você não estiver preparado para lidar com uma emergência, o tão sonhado descanso pode ir por água abaixo. Ninguém quer pensar no pior quando se está prestes a viajar, mas é preciso se preparar para lidar com pequenos problemas de saúde que podem dar as caras.

Talvez o atendimento médico no local para o qual a sua turma pretende ir não seja lá tão acessível, portanto anote a dica do KIDS In: consulte o pediatra e peça uma indicação de itens que podem ser úteis caso aconteça algum imprevisto.

Como cada criança é única, a lista pode variar de acordo com as particularidades dela. Seja como for, é muito provável que o médico recomende analgésico, antitérmico, kit de curativos, remédio contra enjoo, anti-inflamatório e um termômetro para monitorar a temperatura de seu rebento.

Se o destino for o estrangeiro, compre um pouco de tranquilidade contratando um seguro-saúde, oferecido por operadoras de turismo ou, em alguns casos, de cartões de crédito. Encontrar um bom hospital pode ser uma tarefa complicada quando se está em outro país, daí a utilidade desse serviço. Além do mais, adquirir remédios sem receita fora do Brasil é difícil, mesmo os destinados a coisas simples, como dores de cabeça.

Mas antes de correr para a farmácia mais próxima, lembre que a automedicação é bastante perigosa. Sempre consulte um médico antes de comprar medicamentos, combinado? Boa viagem!