Páginas

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Quando as crianças ficam curiosas sobre sexo!

Fazer perguntas constrangedoras sobre como os bebês vão parar na barriga das mamães e sobre a anatomia dos órgãos feminino e masculino são atitudes normais para as crianças. E mais, pode acontecer delas explorarem o próprio corpo sozinhas ou com coleguinhas, em busca das diferenças entre a “torneirinha” do menino e a “florzinha” da menina. Segundo a psicóloga e sexóloga Soraya Deminici, isso tudo é normal:

- Os pequenos percebem que ali é um lugar que dá prazer, então repetem o gesto. Eles estão conhecendo o próprio corpo, descobrindo novas sensações, não há por que reprimir se isto acontece de forma moderada. Os pais não devem se preocupar, eles podem propor brincadeiras com outras finalidades e atividades divertidas para desviar o foco dos filhos a esse respeito - explica a especialista.

Sua turminha te pegou de supetão com perguntas inusitadas sobre sexualidade? Aja naturalmente! “As respostas devem ser simples e alcançar o entendimento do pequeno. É importante que os pais estejam sempre abertos para conversar sobre o assunto, para que os filhos percebam que podem tirar as dúvidas em casa. Isso pode evitar que o sexo seja passado com preconceitos e de maneira distorcida por terceiros”, orienta Soraya.

Soraya Deminicis

Psicóloga e sexóloga

sorayademinicis@gmail.com

Foto: (Ambro)