Páginas

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Quando duas festas ocupam o mesmo lugar e espaço

Você tem filhos de idades diferentes que fazem aniversário no mesmo mês ou em datas muito próximas? Se a resposta for sim, nada mais tentador do que fazer uma festança única para comemorar a ocasião. Mas aí, surgem as dúvidas (e até culpas) a respeito de se você deve ou não juntar as festinhas, já que cada filho é único e especial. E depois, também tem a questão de que um está na fase dos super-heróis e personagens de desenho animado e o outro mais para “Xuxa Só para Baixinhos”. Para uns, bagunça, música alta, equipe de animação... Para outros, nada de muito barulho, palhaços e outros artistas performáticos, nem pensar!

Ok, ok, calma! Primeiro, desencana, relaxa e pensa que, sim, é possível fazer uma festinha dupla numa boa... Para te provar isso, convidamos especialistas em convescotes infantis que não vão deixar você enlouquecer.

Conversar com os filhos antes de procurar uma empresa é muito importante e poupa tempo. Nada melhor do que os pais para sondar os temas preferidos das crianças. O importante é evitar o conflito entre os dois irmãos e tentar chegar a um acordo (de preferência um acordo daqueles bem bons, sabe? O mesmo tema de festa e não se fala mais nisso). “O ideal é que os pequenos aceitem o mesmo tema”, afirma Luciane Motta, proprietária da empresa paulistana Aprontando Uma.

Se o filho mais novo for neném, melhor ainda. Faz-se a festa com o tema pro lado do filho maior, dedicando especial atenção a detalhes que possam atrapalhar a turminha mais nova, como o som e a animação, por exemplo, e está resolvido. “Se os filhos não forem gêmeos, é importante focar em animações diferenciadas, para que cada um possa curtir os amiguinhos e a própria onda”, orienta Emmanuelle Gonik, diretora da empresa Bolimbola, no Rio de Janeiro.

Silvia Nickel, sócia-proprietária da Mega Decoração e Eventos, em Curitiba, já fez diversas festas nesse estilo e tem alguns truques de festinhas que se encaixam perfeitamente nesse tipo de comemoração. “Eu costumo indicar, nesses casos, festas com temas mais abrangentes, que envolvam muitos personagens e elementos – o que não quer dizer que tudo seja um carnaval. Basta ser um tema mais geral, que tenha atrativos para faixas etárias diferentes, meninos ou meninas. Eu indico, nesses casos, dois tipos de festinha, a inspirada na Disney e a Circo Provençal, que é de bom gosto e tradicional”.

Bem, se não tiver jeito e você for obrigado a produzir dois temas de festas diferentes, não se desespere. É preciso ter cuidado nos gastos e ter atenção a alguns detalhes, como por exemplo, não carregar muito na decoração de nenhum dos dois lados, para a coisa não virar um circo dos horrores. Experimente também contratar uma empresa de animação que tenha atrações para os maiores e os mais miúdos. Tire proveito da situação e solte a imaginação, buscando opções divertidas de brindes e aquelas engraçadas, que tirem “sarro” daquela festa “estranha”, com duas temáticas.

Aprontando Uma
Tel.: (11) 2855-9129

Bolimbola
Tel.: (21) 2490-5485 e 7807-9621

Mega Decorações & Eventos
Tel.: (41) 3363-4929

Crédito da foto: Stuart Miles