Páginas

quarta-feira, 14 de março de 2012

“Bactérias do bem” para as crianças

Você sabia que existem bactérias que podem trazer benefícios e proteger a saúde dos seus filhos? Os micro-organismos vivos chamados de probióticos já existem dentro do corpo, porém, quando ingeridos regularmente e em quantidades adequadas na alimentação, estimulam a proliferação das bactérias benéficas em detrimento das potencialmente prejudiciais. Com isso, os probióticos contribuem para a saúde e equilíbrio da flora intestinal, além de fortalecerem as defesas contra gripes e infecções, como as gastrointestinais e respiratórias, por exemplo.
Entre os tipos de probióticos mais comuns estão os do gênero bifidobacterium e lactobacillus, encontrados em produtos como leites fermentados e iogurtes, podendo ser consumidos regularmente por crianças saudáveis a partir dos quatro anos de idade. De acordo com o pediatra e nutrólogo Mauro Fisberg, a quantidade diária ideal para os pequenos é de uma ou duas doses de 100 ml de iogurte probiótico: “Mais do que isso, os efeitos são potencializados e, menos do que isso, os benefícios podem não ser notados”, explica.
E por falar em benefícios, um estudo realizado pela Universidade de Georgetown, nos Estados Unidos, com 683 crianças entre três e seis anos, apontou que as que consumiram regularmente leite fermentado com probióticos do tipo Lactobacillus Casei Defensis tiveram 24% menos incidência de doenças infecciosas. Já as crianças que têm um intestino preguiçoso, em consequência do baixo consumo de verduras, legumes e fibras, devem ingerir alimentos com probióticos do tipo bifidobactérias que, segundo o pediatra, podem ser uma medida anterior ao uso de medicação.
Mas, atenção, mães! Antes de sair oferecendo leites fermentados e iogurtes com empolgação às crianças, saiba que nem todo produto lácteo contém probióticos. Para tirar qualquer dúvida, é recomendável ler sempre os rótulos dos produtos e identificar se eles contêm bifidobactérias ou lactobacilos, os tipos mais comuns de probióticos encontrados nos alimentos.