Páginas

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Soninho bom!


Quanta coisa os pais de primeira viagem precisam aprender sobre o recém-nascido! É a hora do banho, da amamentação, de limpar fralda e, claro, de dormir. O sono do recém-nascido é uma das questões mais abordadas pelos pais no consultório dos pediatras, especialmente porque é difícil criar um hábito regular no bebê.

Segundo a Dra. Tabata Ribeiro Lino, pediatra e neonatologista do Amparo Maternal, é preciso, primeiro, desmistificar a obrigatoriedade de acordar a criança de três em três horas para amamentar: “A mãe deve respeitar o relógio biológico do filho e oferecer o leite materno sempre que ele sentir fome, em livre demanda, exceto em casos específicos, como os recém-nascidos prematuros ou de baixo peso, que devem receber instruções do pediatra especificamente para cada caso”, explica a médica.
Ainda de acordo com a especialista, para garantir um sono saudável para o bebê (e para a mamãe) é preciso ter atenção em alguns pontos importantes. Confira!

- Colocar o bebê para dormir de barriga para cima. Segundo recomendação da Sociedade Brasileira de Pediatria, esta posição é mais segura e pode prevenir a morte súbita.

- Existe uma mudança no padrão de sono dos bebês conforme o amadurecimento neurológico. O sono do recém-nascido não segue o ciclo circadiano (regulado pela alteração de luminosidade entre dia e noite), não respeitando um padrão de horas de sono. No primeiro mês de vida, o sono pode ter duração de 16 a 20 horas diárias com intervalos variáveis. A partir do terceiro mês de vida, as sonecas durante o dia tendem a diminuir, aumentando o período de sono contínuo à noite.

- Não é necessário pegar o bebê no colo sempre que ele despertar. Muitas vezes o recém-nascido resmunga, abre os olhos, mas não está totalmente desperto. Por isso, seja paciente e observe o seu filho ou tente ninar sem necessariamente tirá-lo do lugar.

- Crie um ambiente propício ao sono, estabelecendo padrões e horários. Reduzir a luminosidade e os ruídos sempre no mesmo horário, bem como dar banho são hábitos que podem ajudar o bebê a se acalmar e sinalizam o adormecer.

- Se o sono do seu bebê é muito inconstante e alterado, verifique os principais elementos: fome, frio, calor, fralda ou dor. O choro do recém- nascido sempre traz consigo alguma informação. Essa é a principal forma de se comunicar com os pais, por isso verifique se existe algo que possa atrapalhar o sono da criança.