Páginas

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Brinquedos provisórios, diversão sustentável

Crianças começam a acumular brinquedos desde o primeiro dia de vida. Além dos mimos que os pais compram antes da chegada do filhote, a cada visita dos amigos e familiares é um novo presentinho para a conta. Conforme a cria vai crescendo, mais brinquedos vão chegando, enquanto outros vão ficando esquecidos e, na maioria das vezes, guardados em um cantinho onde a criança custará a explorar.

Em tempos onde o tema “sustentabilidade” é tão evidente, promover o consumo consciente de produtos é cada vez mais importante. Então, que tal começar pelos brinquedos? Mudando alguns hábitos, você pode imprimir, desde cedo, esse conceito na garotada. Além, é claro, de fazer uma boa economia.

Crianças pequenas e bebês crescem rapidamente e a necessidade de novos estímulos no decorrer dessa fase é constante. Baseados na ideia de que o pouco uso de determinados brinquedos não justifica o seu preço, um site propôs uma alternativa: alugar os itens infantis.

A loja virtual “Clube do Brinquedo” oferece aos pais a comodidade de, sem sair de casa, locar o passatempo certo para cada faixa etária dos pequenos. O site disponibiliza mais de 700 modelos diferentes de objetos para diversão. Você escolhe um plano, e eles entregam e buscam os itens na sua casa.

Já para os que possuem um monte de brinquedos estocados e não sabem o que fazer com eles, uma boa pedida é colocá-los à venda em um bazar on-line ou repassá-los para um brechó infantil.

O site “Cia das Mães”, por exemplo, tem um espaço exclusivo para as mamães negociarem os produtos que não são mais usados pela garotada. É possível comprar, vender, doar e trocar artigos de uso pessoal, familiar ou doméstico, desde que esses sejam seminovos ou estejam em bom estado de conservação. O site é apenas o moderador dos anúncios. As negociações são feitas diretamente entre as famílias interessadas, sejam elas de qualquer lugar do Brasil.

Outra ótima opção para reaproveitar os brinquedos é o brechó chique “Bebê Bis”. A loja fica no Rio de Janeiro, mas aceita produtos de todo o Brasil. Você entra em contato por telefone ou vai diretamente ao local. O brechó avalia os brinquedos e o valor é repassado em consignação, ou seja, assim que eles são vendidos pela loja, o dinheiro é transferido automaticamente. Também é possível reverter o valor em créditos para se gastar no próprio brechó.

Gostou da ideia? Agora é hora de separar os brinquedos do seu filho e começar as trocas!

Saiba mais:

Clube do Brinquedo (São Paulo)
www.clubedobrinquedo.com.br

Bazar Cia das Mães
www.ciadasmaes.com.br

Brechó Bebê Bis (Rio de Janeiro)
www.bebebis.com.br