Páginas

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Leitura para não deixar de sonhar

Uma garotinha de seis anos que se transforma em uma sereia quando adormece. Essa é a tônica do livro “Nweti e o Mar”, nossa dica de leitura para os pequeninos. A história destaca o poder dos sonhos, da amizade e do amor, e mostra a importância da imaginação na construção dos valores. Tudo isso, tecido em uma narrativa doce, ensolarada e com cheiro de praia, já que boa parte da aventura se passa em um litoral distante, durante as férias de verão da menininha Nweti, em Moçambique. Golfinhos, baleias, peixes, caranguejos, corais e algas são alguns dos seres que passeiam pelo conto e presenciam as façanhas da personagem.

Nweti é uma homenagem do autor do livro, o escrito angolano José Eduardo Agualusa, à sua filha Vera Regina. A menina aparece, inclusive, na foto da capa da publicação. As fotografias, por sinal, são um destaque da obra. Ao todo são 17 imagens clicadas pelo próprio escritor, durante uma viagem de férias com a família.

A inspiração de Agualusa faz o livro refletir a ternura e o encantamento do relacionamento entre pai e filha. Onde o pai (o próprio autor) aparece como protetor, amigo e conselheiro; e a filha, como sua musa, assim como costuma acontecer entre pais e filhos, longe da ficção.

“Nweti e o Mar” é editado no Brasil pela Gryphus Editora. Tem 38 páginas de pura fantasia, sonhos e aventura. É a estreia do escritor angolano na literatura infantil e, segundo ele, um grande desafio:

- Escrever um livro para crianças é uma responsabilidade grande. As crianças são muito inteligentes e muito mais atentas aos pormenores do que os adultos. Muito mais cruéis nas críticas também. Esse trabalho me exigiu um retorno ao universo da infância - afirma.

Quem pode ler?

O livro “Nweti e o Mar” é indicado para crianças dos 5 aos 8 anos de idade.

Onde encontrar?

www.livrariacultura.com.br