Páginas

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Crianças podem fazer uso de suplementação vitamínica?

Criança pode tomar complementos vitamínicos? Se sim, quando é necessário e quais vitaminas são indicadas para os pequenos? Essas são algumas perguntas que passam pela cabeça dos pais quando o assunto é a saúde alimentar (ou a falta dela) dos seus filhos. Será que só a alimentação diária supre todas as necessidades de vitaminas e minerais para um bom desenvolvimento? Segundo especialistas, a falta de alguns nutrientes pode causar na criança dificuldades de crescimento, deficiências de aprendizado e o aumento do risco de doenças e, embora a suplementação vitamínica seja, sim, indicada em alguns casos, ela só deve ser feita com a prescrição de um especialista. “Antes de qualquer diagnóstico ‘caseiro’, os pais devem consultar um pediatra ou nutricionista. Isso porque, crianças têm necessidades diferentes uma das outras que só um profissional pode detectar”, afirma a nutricionista Vanessa Portella.

Como estão em fase de crescimento, alguns nutrientes são importantes para o pleno desenvolvimento da criança. Por conta da formação óssea, por exemplo, cálcio, vitamina D e magnésio são fundamentais, podendo ser ingeridos por meio de suplementação, quando a alimentação por si só não é capaz de garantir as quantidades necessárias.

Ainda de acordo com Vanessa Portella, além de utilizados como complementação a carências nutricionais, hoje tem sido muito comum o uso de vitaminas como método de prevenção à obesidade. “Existia o mito de que vitaminas engordam, mas não há fundamento para isso. Vitaminas auxiliam o funcionamento do corpo e não prejudicam”, esclarece a especialista.

Conheça os principais suplementos disponíveis no mercado para os pequeninos

SUPLAN (ASPEN PHARMA): Esse suplemento é encontrado em solução oral, com sabor natural de laranja. Pode ser utilizado por crianças a partir de três anos de idade.

FOREVER KIDS (FOREVER LIVING): Recomendado para crianças a partir dos dois anos de idade. Contém fitonutrientes extraídos de vegetais e frutos.

PHARMATON KIDDI (BOEHRINGER): Está disponível na forma de xarope. Contém vitaminas, cálcio, fósforo e lisina (aminoácido), que auxilia no desenvolvimento físico e mental das crianças.

PROTOVIT PLUS (BAYER SCHERINGER): Polivitamínico em gotas adequado para crianças em geral (inclusive recém-nascidos) de acordo com as necessidades individuais.

REVITAM JUNIOR (BIOLAB): Em solução oral, esse suplemento é utilizado para a rápida normalização das carências vitamínicas.

SCOTT EMULSÃO (GLAXO SMITHKLINE): Conhecida medicação tônica é temida pelas crianças por causa do seu sabor, mas atende às necessidades diárias de vitaminas A e D.

PURAVIT A/D/E (MYRALIS PHARMA): Comprimido mastigável para crianças maiores de três anos. Suplemento à base de vitaminas A, D e E.

ADEROGIL (SANOFI): Reposição de vitaminas A e D.

TARGIFOR C INFANTIL (SANOFI): Comprimidos efervescentes de vitamina C para crianças maiores de quatro anos.