Páginas

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Crianças yogues

União e equilíbrio entre corpo, mente e espírito. Que a prática do yoga traz benefícios aos adultos, já é sabido. Mas poucos têm conhecimento de que os asanas, que são as posturas do yoga, são ótimos quando praticados também pelas crianças! De forma lúdica e com respeito às fases de desenvolvimento motor e limitações físicas e psicológicas, as posturas se misturam nas aulas a exercícios respiratórios, jogos, imagens da fauna e flora, pinturas de mandalas, experiências sensoriais e contação de histórias. Tudo isso para transmitir os preceitos do yoga aos pequenos, que se tornam mais saudáveis física e mentalmente com as aulinhas.
O que se busca na prática não é a habilidade em realizar posturas que muitos consideram mirabolantes. No yoga, o corpo é apenas uma ponte de ligação com o interior (área energética, ponto chave para nossas ações e reações). Assim, explica o instrutor de yoga para crianças, do Yoga Lúdico Niterói (RJ), André Latham:
- Com o tempo, essa área interna é trabalhada na criança, ampliando sua percepção do corpo e da mente. Desta forma, o autoconhecimento é estimulado e uma autoestima positiva e equilibrada é formada, contribuindo para o desenvolvimento da personalidade e caráter do praticante, que vai se tornando um ser humano mais completo.
O professor enfatiza ainda que esses benefícios são percebidos logo nos três primeiros meses de prática. As crianças yogues passam a explorar mais as possibilidades do corpo e a enxergar outras formas de brincar, além começarem a respirar melhor e ter mais concentração. “Elas desenvolvem ferramentas que irão ajudá-las a compreender e superar medos e estados de ansiedade, com equilíbrio e harmonia”, enfatiza André.
A pequena Mariah Cecchetti, de apenas 4 anos, é uma das praticantes de yoga, iniciativa tomada pela mãe, Beatriz, que adora experimentar coisas diferentes e incentiva a filha a fazer o mesmo. Por causa disso, a saúde de Mariah melhorou: “Minha filha sempre teve alergias respiratórias e qualquer gripe acabava em pneumonia. Com as práticas, Mariah passou a ter uma consciência maior sobre sua respiração e todas as crises alérgicas sumiram. Ela também desenvolveu um equilíbrio corporal por ter que se concentrar para fazer as posturas”, revela Beatriz, que acabou se interessando pela filosofia do yoga e hoje também é praticante.
E para os pais que pensam em apresentar o yoga aos filhotes, saibam que toda criança pode praticar, já que as posturas são adaptadas aos limites de cada um. De acordo com o professor André, os pequeninos de dois anos já podem ter aulas, desde que iniciem juntos com os pais, sempre de forma lúdica:
-O trabalho envolve um pouco de psicomotricidade, estímulos sensoriais, pequenas conversas sobre a fauna e a flora e respeito ao próximo, envolvendo as crianças no clima do yoga para despertar a consciência corporal e fazer com que os asanas sejam ainda melhor recebidos no futuro.

Onde encontrar:

Espaço Nirvana (RJ)
www.enirvana.com.br
Yoga Lúdico Niterói (RJ)
www.yogaludiconiteroi.com.br
Grupo de Apoio à Maternidade Ativa (SP)
www.maternidadeativa.com.br
Natureza do Ser (SP)
www.naturezadoser.com.br

Crédito da foto: Arquivo pessoal de Beatriz Cecchetti