Páginas

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Fraldas, pra que te quero?

Eis um item essencial no enxoval dos bebês: as fraldas descartáveis. E como os pequenos gastam fraldas! Estima-se que os recém-nascidos precisem de oito trocas de fralda por dia. Passados trinta dias, lá se foram 240 unidades. É coisa para caramba, e isso tudo apenas no primeiro mês de vida!
Além de pesarem no orçamento familiar, as (muitas) fraldas que seu filho irá usar sobrecarregam o meio ambiente, pois são compostas de materiais feitos com recursos não renováveis – entre eles água e petróleo. Além disso, as fraldas demoram, pasme, cerca de 600 anos para decompor.
É por isso que as fraldas de pano têm conquistado cada vez mais os mini adeptos e suas mamães. Mas calma! Não estamos falando daqueles retângulos de pano que precisavam de alfinetes para serem moldados ao corpinho do bebê. À primeira vista, as novas versões das fraldas de pano parecem com as descartáveis. A diferença é que são reutilizáveis e vêm em cores e materiais bem moderninhos.
Funciona assim: a mamãe e o papai compram a “capa” e as fraldas de pano, que serão colocadas dentro dessas capas e servirão como absorventes. A ideia é que as fraldas de pano sejam trocadas de acordo com a necessidade, sem que seja necessário jogá-las fora. Basta ter um estoque à mão para substituí-las. Ah! E lavar as fraldas sujas para que sejam reutilizadas mais tarde. Simples, não?
O mais legal é que há muitos modelos dessas novas fraldas de pano para se escolher! Tem de bolinhas, listradas, lisas, estampadas, de plush, de algodão e de seletel. Se você estiver de viagem marcada para os Estados Unidos pode aproveitar para adquirir algumas dessas fraldas por lá mesmo. No Brasil, a BabySlings e a Dipano vendem os produtos pela internet.

Quer comprar? Vai lá:

www.fraldasdipano.com.br
www.babyslings.megaweb.com.br

Crédito da foto: Photostock